terça-feira, 28 de junho de 2011

O Movimento...


“O Movimento do Cachorro Quente” é uma manifestação de alunos para alunos, com o intuito de convidá-los a uma reflexão sobre a inércia desses, frente a assuntos relevantes para o aprimoramento do bem estar na Universidade.

Como primeira forma de atuação, e expressão do movimento, foram afixados vários cartazes, no dia 28 de junho de 2011, em algumas faculdades e praça de serviços do campus Pampulha da UFMG, a saber: Faculdade de Ciências Econômicas (FACE), Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FAFICH) e Faculdade de Letras (FALE). Os cartazes continham a seguinte mensagem:




“O cachorro quente será servido às 11h10min”.

Neste horário, nas portarias das faculdades citadas, foram distribuídos panfletos com a imagem de um cachorro quente, e o endereço deste blog.

A idéia de afixar cartazes com a imagem de um cachorro quente surgiu como representação da indignação com os universi(o)tários que, na maior parte das vezes, somente se manifesta em prol de alimentação.

 Assim, o cachorro quente simboliza um “prêmio” pelas constantes reivindicações relacionadas a isso. 

9 comentários:

  1. Muito bom!!!!
    Muito interessante um movimento de alunos para alunos.

    ResponderExcluir
  2. Eu vi os cartazes pela faculdade, gerou muitas perguntas sobre do que se tratava. Otimo!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu tb vi as folhas pregadas, que curiosidade!!! Gostei demais!

    ResponderExcluir
  4. hauhauhuahuahua que surpresa excelente...cheguei aqui pelo panfleto, e curiosidade...foi melhor do que a espera. Eu esperava qualquer coisa, mas, não algo com um proposito...hahauhauahua...muito bom!!!

    ResponderExcluir
  5. pô, que bobagem... eu só queria um cachorro quente.

    ResponderExcluir
  6. Ta na mesa pessoal!!!
    Coloquem na mesa a fome e o que vai alimentá-lo!!!!!
    (Deve ser isso que vem depois?!)

    ResponderExcluir
  7. tudo bem que eu queria um cachorro quente. Mas, to achando otimo esse movimento. to na area tambem.

    ResponderExcluir
  8. muito bom o movimento, parabéns! a causa é da maior importância e o modo de abordá-la é bastante poético! muito bom...

    ResponderExcluir